Desejo:

Notícias






TODAS

19/10/2012

Preços dos imóveis devem continuar subindo em 2013, dizem especialistas

Compartilhe: 

SÃO PAULO - A tendência para 2013 no mercado imobiliário é que os preços continuem crescendo nas capitais. É o que acredita especialistas que acompanham o setor.
O professor de Economia da FGV (Fundação Getulio Vargas), Paulo Gala, crê que os preços dos imóveis, em geral, vão continuar subindo, mas num ritmo mais lento. “Os preços estão subindo mais lentamente e mesmo assim as pessoas ainda estão (e continuarão) comprando”, expõe o professor ao ressaltar os impactos na compra pelas ofertas de crédito imobiliário.

aluguel - imóveis - São Paulo

Já o CEO da Vitacon Incorporadora e Construtora, Alexandre Frankel, acredita que, em 2013, os preços continuarão a subir, ao menos, durante o primeiro semestre. “O efeito da queda na taxa de juros só deve começar a ser sentido após os seis primeiros meses do próximo ano para os compradores de imóveis", diz ele, comentando que somente num prazo mais longo os custos dos empréstimos deverão diminuir para os bancos, refletindo a queda da taxa Selic, que na última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) foi reduzida de 7,5% para 7,25%.
Frankel diz não acreditar tanto nos impactos da redução da Selic num curto prazo, até por conta da alta demanda por novos empreendimentos nas capitais. “São Paulo e Rio, por exemplo, passam por um caso atípico de grandes capitais com dificuldades em colocar novos projetos no mercado, prejudicando assim a oferta que é bem menor que a demanda, gerando uma sustentação aos preços”, diz ele explicando que nos primeiros seis meses de 2013 a alta vai passar dos dois dígitos – de no mínimo 10%.

No mês de setembro, o preço dos apartamentos usados aumentou 0,9% em relação a agosto e o metro quadrado está custando em média R$ 6.862, conforme dados do indicador Fipe/Zap, baseado em seis capitais brasileiras. Estes são só mais alguns números que mostram o aumento dos preços de imóveis no Brasil. 
Otimismo
A questão da contínua alta nos preços imobiliários dos últimos anos é polêmica. O professor Gala não se mostra pessimista e descarta a possibilidade de ocorrer formação de bolha no curto prazo.
“As pessoas continuarão comprando imóveis, o crédito facilitou e é possível parcelar em 35, 40 anos e além disso, a porcentagem do PIB (Produto Interno Bruto) destinada ao crédito imobiliário ainda é baixa”, lembra ele citando que existem países com níveis maiores como é o caso da África do Sul (mais de 42%) e do Chile (mais de 18% do PIB). “Não dá para dizer que existe bolha. No médio e longo prazo pode até surgir problemas no setor, mas por enquanto não”, finaliza.


Fonte: InfoMoney

Outras Notícias

17/06/2013
Informativo Marcelo Lara
Orientações aos clientes da imobiliária devido aos horários diferenciados em dias específicos.

 


Transforme os ambientes levando a luz natural para dentro de casa
Dicas para iluminar o ambiente

 

23/10/2012
Itaim Bibi recebe 72 lançamentos e valoriza 126% em cinco anos
Ao todo, são 7.900 novos apartamentos, segundo pesquisa

 

23/10/2012
Gastos com habitação sobem 0,72% em outubro
Segundo IPCA-15, os preços dos alugueis residenciais subiram 0,51% este mês; já o condomínio apresentou alta de 0,29% no período

 

22/10/2012
10 casas dentro de caixas-d’água
Veja projetos que transformaram torres e reservatórios em casas confortáveis e estilosas

 

22/10/2012
Outlets de imóveis aproveitam o estoque do setor para oferecer descontos
Os compradores encontram imóveis em construção ou prontos para morar com até 30% de desconto

 

19/10/2012
Preços dos imóveis devem continuar subindo em 2013, dizem especialistas
Alta pode passar de dois dígitos, ao menos no primeiro semestre do ano

 

19/10/2012
Decoração pode acelerar a venda de imóveis novos e usados

 

18/10/2012
Mostra em SP reúne ambientes decorados de 25 artistas
Segunda edição da Mostra Mac SP reune até 20 de dezembro uma série de ambientes decorados para visitação

 

18/10/2012
Alugar ou financiar um imóvel?
Embora muita gente diga que é sempre melhor pagar algo que é seu - quando o assunto é imóvel - o aluguel também tem suas vantagens. Confira!

 

17/10/2012
Saiba como reduzir o consumo e o valor da conta de água

 

17/10/2012
Não há evidências de bolha imobiliária, afirma estudo da FGV
Estudo afirma que embora não haja provas concretas do fenômeno de bolha, a possibilidade também não pode ser descartada, sendo necessário continuar acompanhando os preços

 


Página 1 de 56. Selecione a nova página:

SIMULADORES DE
FINANCIAMENTO

  • santander
  • bb
  • caixa
  • real
  • bradesco
  • unibanco
  • itau
  • hsbc