Desejo:

Notícias






TODAS

17/10/2012

Não há evidências de bolha imobiliária, afirma estudo da FGV

Compartilhe: 

SÃO PAULO - Assunto em alta, principalmente entre Rio, São Paulo e Brasília, o fenômeno bolha imobiliária anda esquentando a cabeça de muita gente no mercado imobiliário. Recente estudo publicado pela FGV (Fundação Getulio Vargas) afirma que é pouco provável que o Brasil esteja passando pela formação de uma bolha neste momento no mercado.
Os mesmos testes aplicados pela equipe de Peter Phillips (um dos maiores estudiosos do assunto), foram feitos pelos professores do Cemap da FGV (Centro de Macroeconomia Aplicada) no mercado paulistano e não foram provados indícios da presença ou formação de bolha. Entretanto, os especialistas advertem que ainda é necessário manter monitoramentos do mercado, frisando que tal fenômeno não pode ser descartado.

prédios centro de São Paulo - Anhangabaú - imóveis

O estudo da FGV, assinado por Paulo Gala, Rogério Mori e Emerson Fernandes Marçal, afirma que, embora a presença do fenômeno bolha não possa ser totalmente descartado, a hipótese mais provável é que o aumento dos preços imobiliários tenha sido ocasionado por fatores normais ligados à demanda em excesso, que por sua vez, estaria relacionada ao excesso da oferta de condições de crédito.
Além disso, segundo informa o estudo, a queda de juros e o aumento da renda das famílias permitiram acesso mais fácil ao crédito para compra de imóvel. Em relação aos investimentos, outro fator que pode ter impulsionado esses preços é a queda de juros nas aplicações financeiras, que levou os investidores e buscar mais imóveis como destino de investimento.
“Todos estes fatos juntos permitiram um forte aumento da demanda”, diz o estudo, complementando que a oferta no setor não consegue responder prontamente à tanta demanda, por conta do tempo necessário para viabilizar novos empreendimentos e, por fim, o resultado é o encarecimento dos imóveis.
“Caso não haja bolhas no mercado imobiliário brasileiro espera-se que no futuro próximo ocorra uma consolidação dos preços”, ressalta o estudo, esperando que um novo patamar sem contínuos aumentos – como os recentes – sejam registrados no País.
Monitorar preços
Contudo, o estudo da FGV afirma a necessidade de manter o monitoramento dos preços a fim de acompanhar se os resultados se assemelham aos níveis de bolha para assim fornecer uma resposta definitiva se existe ou não bolhas no Brasil.



Fonte: InfoMoney

Outras Notícias

17/06/2013
Informativo Marcelo Lara
Orientações aos clientes da imobiliária devido aos horários diferenciados em dias específicos.

 


Transforme os ambientes levando a luz natural para dentro de casa
Dicas para iluminar o ambiente

 

23/10/2012
Itaim Bibi recebe 72 lançamentos e valoriza 126% em cinco anos
Ao todo, são 7.900 novos apartamentos, segundo pesquisa

 

23/10/2012
Gastos com habitação sobem 0,72% em outubro
Segundo IPCA-15, os preços dos alugueis residenciais subiram 0,51% este mês; já o condomínio apresentou alta de 0,29% no período

 

22/10/2012
10 casas dentro de caixas-d’água
Veja projetos que transformaram torres e reservatórios em casas confortáveis e estilosas

 

22/10/2012
Outlets de imóveis aproveitam o estoque do setor para oferecer descontos
Os compradores encontram imóveis em construção ou prontos para morar com até 30% de desconto

 

19/10/2012
Preços dos imóveis devem continuar subindo em 2013, dizem especialistas
Alta pode passar de dois dígitos, ao menos no primeiro semestre do ano

 

19/10/2012
Decoração pode acelerar a venda de imóveis novos e usados

 

18/10/2012
Mostra em SP reúne ambientes decorados de 25 artistas
Segunda edição da Mostra Mac SP reune até 20 de dezembro uma série de ambientes decorados para visitação

 

18/10/2012
Alugar ou financiar um imóvel?
Embora muita gente diga que é sempre melhor pagar algo que é seu - quando o assunto é imóvel - o aluguel também tem suas vantagens. Confira!

 

17/10/2012
Saiba como reduzir o consumo e o valor da conta de água

 

17/10/2012
Não há evidências de bolha imobiliária, afirma estudo da FGV
Estudo afirma que embora não haja provas concretas do fenômeno de bolha, a possibilidade também não pode ser descartada, sendo necessário continuar acompanhando os preços

 


Página 1 de 56. Selecione a nova página:

SIMULADORES DE
FINANCIAMENTO

  • santander
  • bb
  • caixa
  • real
  • bradesco
  • unibanco
  • itau
  • hsbc